Fale conosco: Ligue 0800 031 2142 para vendas ou (32) 3422-2211 para outros assuntos.
A EMPRESA

HISTÓRIA

1900

A Indústria Têxtil em Cataguases

A indústria têxtil nasce em Cataguases em 1905 com a criação da Companhia de Fiação e Tecelagem Cataguases. Foram seus idealizadores o Coronel Joaquim Gomes de Araújo Porto, o Major Maurice Murgel, o Coronel João Duarte e o Doutor Norberto Custódio Ferreira.

Por volta de 1910, em virtude de problemas conjunturais, a empresa entra em grandes dificuldades e fica insolvente. No ano seguinte, é adquirida por Manoel Inácio Peixoto, um português natural da ilha do Pico, arquipélago dos Açores, que se estabeleceu em Cataguases como comerciante quando nessa cidade chegou com a construção da estrada de ferro Leopoldina. Com a mudança de controle acionário, muda, também, a denominação da sociedade, passando a se chamar “M. Inácio Peixoto”.

Em 1913, troca o nome para “M. Inácio Peixoto e Filhos”, é transformada em sociedade anônima, quando passa a se chamar Indústrias Irmãos Peixoto S/A.

1930

A Companhia Industrial Cataguases

Em 1936, José Inácio Peixoto sai da sociedade com os irmãos na Indústria Irmãos Peixoto S/A e, juntamente com Ormeu Junqueira Botelho e Severino Pereira da Silva, cria uma nova empresa. Em outubro de 1936, nasce a Companhia Industrial Cataguases.

Com uma área inicial de oito mil metros quadrados, a Companhia Industrial Cataguases estava com o edifício levantado em 1937, começando a produzir em 1938.

1940

Produção intensificada e a busca da perfeição

Em 1940, retira-se da sociedade Severino Pereira da Silva, permanecendo os demais sócios fundadores. Apesar das condições adversas, a Companhia progride e gera novos empregos.

A Segunda Grande Guerra faz com que a estratégia de crescimento seja revista e as negociações para substituição do maquinário, interrompida. Mas, ainda assim, em 1943 é iniciada a construção da vila operária, hoje conhecida como Bairro Jardim. Nessa época, a empresa contava com 880 funcionários. Com o fim da guerra, a empresa aposta no futuro e novos equipamentos, de origem inglesa, são adquiridos.

1950

Sucessão

Em 19 de janeiro de 1953, José Inácio Peixoto falece. Procede-se à eleição do novo Diretor-Presidente, sendo eleita Francisca de Souza Peixoto. O período de desenvolvimento experimentado pelo país permite a Companhia Industrial Cataguases produzir em escala e distribuir a produção para grande parte do território nacional.

1960

25 anos de Desenvolvimento

A década de 60 abre um período de intensa conturbação política e, no campo econômico, esgotam-se as possibilidades de crescimento da economia baseada na expansão da indústria. O país entra em estagnação e recessão.

Apesar do cenário adverso, a Companhia Industrial Cataguases acredita no futuro. Realiza mudanças na organização da diretoria, promovendo José Inácio Peixoto Filho como o principal executivo da empresa. As ideias de modernização e reaparelhamento do parque fabril são retomadas e novos equipamentos são importados.

Nessa mesma década, a Indústrias Irmãos Peixoto S/A sofre com a decisão econômica e entra em muita dificuldade financeira, quando então a Companhia Industrial Cataguases adquire o seu controle acionário.

1970

O Milagre Econômico

No final da década de 60, início da década de 70, o país ingressa em uma fase de acelerado crescimento econômico. Novos investimentos são realizados, gerando modernização e crescimento da produção.

A legislação que regula as Sociedades Anônimas muda. A Companhia Industrial Cataguases abre seu capital e pode ter suas ações negociadas em bolsas de valores. Nesta época é criado o Conselho de Administração, presidido por Francisca de Souza Peixoto, passando José Inácio Peixoto Filho a ocupar o cargo de Diretor Presidente.

1980

Os anos 80

A década de 80 é marcada pela crise do petróleo, iniciada no fim dos anos 70, pela redemocratização do país e pela nova Constituição. Na Companhia Industrial Cataguases, é tempo de muito trabalho, perseverança e busca de novas oportunidades de crescimento. A empresa expande o setor comercial e passa a exportar para países europeus.

1990

O desafio dos anos 90

Os desafios impostos pela nova ordem econômica abrem a empresa para mudanças. Fortalece o mercado externo, que passa a representar mais de 30% do faturamento. Novos investimentos, tanto na Companhia Industrial Cataguases como na Irmãos Peixoto, são necessários para manterem-se no mercado. Novo governo, inflação de 80% ao mês, abertura dos portos brasileiros para produtos importados, globalização. O Plano Real é lançado e permite ao país a tão sonhada estabilidade econômica. Em 13 de novembro de 1996, falece José Inácio Peixoto Filho. Para substituí-lo é eleito seu irmão, Josué Inácio Peixoto. Os desafios impostos pela nova ordem econômica abrem a empresa para mudanças. Fortalece o mercado externo, que passa a representar mais de 30% do faturamento. Novos investimentos, tanto na Companhia Industrial Cataguases como na Irmãos Peixoto, são necessários para manterem-se no mercado. Em 1998, a Irmãos Peixoto é incorporada pela Companhia Industrial Cataguases e grandes transformações são realizadas. Inicia-se um grande ciclo de modernização, desenvolvimento e crescimento.

Investimentos em ações sociais

Em agosto de 1999, nasce o Instituto Francisca de Souza Peixoto com o compromisso de promover ações de cunho social, trazendo resultados efetivos para pessoas da comunidade. Principalmente, amplifica o compromisso com a dignidade humana e a transformação social. Suas ações são custeadas com doação anual feita pela Companhia Industrial Cataguases.

2000

O novo século

Novas mudanças ocorrem na Companhia. É realizada uma reestruturação organizacional e um novo Conselho de Administração é criado. Inicia-se um ciclo de profissionalização na gestão, a chamada Governança Corporativa. Em 2007, Josué Inácio Peixoto deixa as atividades profissionais, acometido por problemas de saúde. Assume em seu lugar José Inácio Peixoto Neto.

A Companhia Industrial Cataguases alcança a marca de 356 teares e 31 milhões de metros de tecidos produzidos anualmente. Continua se destacando como uma empresa de vanguarda, inova seu parque têxtil e inicia a produção de vestuário.

2010

Da indústria para Soluções em tecidos

Em 2013, José Inácio Peixoto Neto deixa a presidência e assume uma cadeira no Conselho de Administração. Toda a organização passa por uma nova reestruturação e adequação ao mercado da moda mundial. Pela primeira vez em quase um século, uma nova diretoria é formada por executivos de mercado.

A Companhia Industrial Cataguases continua a investir em tecnologia de ponta e amplia seu mercado de atuação com o desenvolvimento de novos produtos voltados ao mercado masculino, feminino, infantil, inclusive com produção própria de camisaria.

Hoje, é destaque em tecidos de algodão, viscose, poliéster-algodão e poliamida-algodão com os mais variados acabamentos e texturas.

© 2017 Cia Industrial Cataguases. Contato: +55 (32) 3422-2211 - 0800 031 2142 Todos os direitos reservados.